Rede Globo abre o jogo sobre relação com Camila Queiroz: “não houve demissão”

A emissora esclareceu uma série de boatos envolvendo o nome da atriz e da empresa

Publicado em 26/11/2021 13:03
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Rede Globo, através do Twitter do Gshow, decidiu abrir o jogo sobre o encerramento do contrato com Camila Queiroz e acabar com os boatos em torno do assunto.

A emissora começou dizendo que não houve qualquer demissão, pois Camila tinha apenas contratos por obras e por chegar ao fim, não houve um entendimento por parte da emissora e nem da atriz, então encerrou-se e ela não faz mais parte do elenco de Verdades Secretas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não houve demissão”

“Desde o início de 2021, Camila Queiroz tem contrato por obra certa com a Globo. O último contrato, para gravação de “Verdades Secretas 2”, expirou no dia 10 de novembro. Como já esclarecido antes, por conta dos rigorosos protocolos contra a Covid-19, foi necessário prorrogar as gravações. A Globo e a atriz não chegaram a um acordo para assinar a extensão contratual necessária para a conclusão das cenas da personagem Angel. Não houve, portanto, demissão – mas o encerramento de um contrato que foi cumprido até o final do prazo ajustado”, começou a emissora explicando.

A TV Globo listou todas as fakes news que saíram envolvendo ambas as partes e seguiu esclarecendo os boatos. Na sequência, e emissora negou que irá processar Camila e também negou que ela foi removida do amigo secreto da empresa, que já está gravado e ela aparece nas filmagens normalmente. Além disso, declarou que, a interprete de Angel nunca gravou qualquer vinheta e por esse motivo não estará no comercial.

Já sobre não poder ser citada por qualquer veículo do grupo O Globo, mais uma vez, a emissora declarou que é apenas notícias falsas: “Não há e nem houve qualquer orientação editorial dos portais da Globo para deixar de publicar notícias sobre a atriz. A Globo se pauta por seus princípios editoriais e não deixa de publicar fatos do interesse do público. Mas, obviamente, não repercutirá fake news”.

Por fim, a empresa encerrou dizendo que, se surgir mais notícias falsas, irão vir a público para falar sobre.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio