Reynaldo Gianecchini revela qual assunto era proibido pela TV Globo

O ator afirmou que não podiam se posicionar publicamente sobre política

Publicado em 06/05/2022 10:50
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2021, Reynaldo Gianecchini anunciou o fim do seu contrato de anos com a TV Globo e fora da emissora, abriu o jogo sobre qual assunto era proibido de falar. De acordo com o relato do ator, os funcionários não podem se posicionar sobre política.

Apesar da proibição imposta pela emissora, Gianecchini afirmou que chegou um momento que se tornou inevitável comentar sobre o assunto e criticou o governo Bolsonaro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: Anitta abre o jogo sobre amizade com Nego do Borel após polêmicas

“Na Globo, a regra era não falar de política. E eu entendo. Mas chegou uma hora em que precisei me posicionar. O governo Bolsonaro é inegavelmente uma tragédia. Áreas fundamentais para o crescimento de uma nação estão jogadas às traças. Sou filho de professores, uma profissão que amo, e me dói ver como a educação do país está. Isso sem falar do setor cultural. O streaming salvou o cinema brasileiro do Bolsonaro”, disse, em entrevista à Veja.

Gianecchini começou a aprender mais sobre política durante a pandemia e acabou reconhecendo seu lugar de privilégio. Por ter uma conta bem recheada, o ator declarou que fez doações para ajudar quem estava precisando naquele momento delicado.

“Não tive problemas financeiros. Percebi que eu era desconectado da sociedade. Comecei a doar o meu salário. Eu fiquei mais empático e aprendi sobre política e questões sociais, como o racismo”, acrescentou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio