Rita Lee opina sobre pandemia: “Nada voltará a ser como antes”

Publicado há 8 meses
Por Nayara Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rita Lee completa sete anos desde que se aposentou dos palcos, e com 72 anos, ela preserva uma vida tranquila em casa. De uma forma ou de outra, ela está reclusa por causa da quarentena motivada pelo coronavírus, e contou como está sendo o isolamento em seu ponto de vista em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

A artista, casada com o músico Roberto de Carvalho, disse que consegue ficar tranquilamente no isolamento, mas a saudade das pessoas a chateia. “Agora faço tudo pela internet e estou cuidando para não quebrar nenhum dente. [Sobre a saudade dos netos e filhos] É a pior parte. Haja Skype todo dia”, conta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Antes da pandemia, ela conta o que fazia rotineiramente: “Estou há 8 anos brincando de dona de casa, coisa que nunca havia feito na vida… só estava saindo de casa para ir ao dentista, visitar meu netinho, fazer supermercado e me abastecer de ração para os meus bichos…”.

Rita ainda criticou o fato das pessoas terem relaxado nos cuidados com o passar dos dias de quarentena. “Percebo que ainda não caiu a ficha para a raça-humana de que este vírus-vudu atingiu o planeta com um propósito divino, para que a humanidade aprenda a respeitar todas as formas de vida e mude na marra as cabeças malucas dos que estão no poder do mundo inteiro. O momento é de ficar em casa, meditando e rezando. A raça humana tem sido o parasita do planeta. Quando essa pandemia acabar, seremos obrigados a mudar, por nossa saúde física, mental, psicológica e espiritual. Nada voltará a ser como antes.”

VEJA MAIS: Rita Lee fala sobre vontades da velhice: “Você não quer mais trepar”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio