Tati Zaqui relata desespero ao ter show interrompido por policiais

Cantora teve seu show em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, interrompido por policiais militares no último domingo (10)

Publicado em 13/04/2022 15:49
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A funkeira Tati Zaqui, de 28 anos, relatou durante entrevista ao jornalista Gustavo Cunha, do Jornal O Globo, os momentos de desespero que vivenciou ao ter seu show em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, interrompido por policiais militares no último domingo (10).

A cantora conta que buscou sair o mais rápido possível do local, com medo de ser alvo de balas perdidas. “Na hora, o medo era de tomar uma bala perdida. Por isso, saí do palco imediatamente, pelo bem da minha pessoa e da minha equipe, e também para agilizar a saída de todas as pessoas do baile”, disse a artista.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com alguns relatos, os oficiais chegaram no local armados com fuzis. “Procurei sair do local o mais rápido possível. Mas foi muito difícil. Estava todo mundo se apertando com medo, querendo sair, correndo risco de ser pisoteado. Foi um terror. Quando cheguei no hotel vomitei bastante e fiquei bem nervosa.”, desabafou Tati Zaqui.

Motivo da invasão dos policiais

Em nota enviado ao Jornal O Globo, a Polícia Militar do Mato Grosso do Sul informou que instaurou um “procedimento administrativo para esclarecer a dinâmica dos fatos”. De acordo com a autoridade local, os policiais foram enviados ao local depois de receberem “vários chamados por perturbação do sossego”.

“Durante o atendimento, a equipe policial solicitou ao organizador do evento que encerrasse o show, devido ao grande número de ligações no 190 reclamando do barulho excessivo e da interdição das ruas em torno do clube. Os policiais militares emitiram a ordem clara para que o som fosse desligado, mas os músicos ignoraram a norma legal e continuaram com o evento”, diz a nota da PM.

Tati Zaqui, por sua vez, destaca que o show aconteceu dentro das normas estabelecidas. “Num lugar todo adaptado para o show, num espaço bem grande”, afirmou ela, que ainda busca entender o que realmente aconteceu.

“Ainda não processei 100% tudo isso porque não sei o que aconteceu. Assim como todas as pessoas, eu também estou esperando tudo ser apurado para saber o motivo dessa abordagem tão bruta. No momento ninguém entendeu nada o que estava acontecendo, porque estava tudo muito normal. Era um show normal, e de repente todo mundo saiu correndo. Foi um tumulto total. E digo de novo: estou no aguardo para saber qualquer novidade.”, declarou a funkeira.

O evento em que Tati Zaqui se apresentava era uma festa do tipo “calourada”, que recepcionava os alunos de Medicina de diversas universidades da região.

VEJA MAIS: Tati Zaqui posa nua e de coleira em clique na banheira

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio