Tereza Seiblitz afirma que André Gonçalves ofendeu a filha e driblou acordo na Justiça

Ator de 46 anos teve prisão domiciliar decretada por dívida de pensão alimentícia

Publicado em 14/01/2022 10:56
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tereza Seiblitz abriu o jogo novamente e falou sobre a relação que possui com o ator, André Gonçalves, pai de sua filha, Manuela, de 23 anos. Em carta aberta à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, ela detonou a postura do ex-companheiro em meio aos processos judiciais em decorrência das dívidas de pensão alimentícia.

Segundo a atriz, ele foi à procura da Justiça na época em que cortaram as relações. “Foi ele quem quis abrir o processo de pensão quando a Manu tinha uns 9 anos. Até então eu não tinha nem advogada. Nesse momento, ele foi muito grosseiro comigo e não quis diálogo. Depois foram anos e anos, com várias situações diferentes e com a própria Justiça cobrando dele os atrasados”, disse ela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após dez anos, André Gonçalves aceitou o acordo que havia sido proposto pelo próprio, mas nunca chegou a cumprir com tais deveres. “Tudo o que a Manuela queria era não estar nessa situação. O rito de prisão que acontece agora é o da outra filha dele, a Valentina [de 18 anos, filha da atriz Cynthia Benini], a quem ele deve três vezes mais”, disparou.

Tereza Seiblitz afirmou que sua situação é a realidade de diversas outras mulheres pelo Brasil. “É uma pena que as coisas tenham acontecido desse jeito num momento tão delicado para minha família. A única coisa boa é que esse assunto sobre pensão alimentícia seja debatido com a seriedade que merece”, pontuou.

VEJA MAIS: André Gonçalves recusa ajuda financeira de Danielle Winits por pensão atrasada

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio