A Praça do Rebe de Lubavitch completa dois anos em fevereiro

Em 19 de fevereiro de 2022 completa dois anos desde a homenagem prestada ao Rebbe, onde foi inaugurado a Praça do Rebe de Lubavitch, no Leblon, Rio de Janeiro.

Publicado em 26/01/2022 14:03
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 19 de fevereiro de 2022 completa dois anos desde a homenagem prestada ao Rebbe, onde foi inaugurado a Praça do Rebe de Lubavitch, no Leblon, Rio de Janeiro. A homenagem foi concretizada pelo vereador Marcelo Arar e aprovada pelo Prefeito Marcelo Crivella.

Menachem Mendel Schneersohn, nasceu em Nikolayev, 18 de abril de 1902, conhecido por seus seguidores como ‘O Rebbe’ ou Rebe de Lubavitch, foi o sétimo e último rebe do movimento Chabad Lubavitch. Rebbe ou Rebe é uma palavra Yiddish derivada da palavra hebraica rabi, que significa “professor, mestre, mentor ” ou literalmente “líderes do judaísmo”. Ele foi considerado como o homem que mudou a face do Judaísmo, um homem que fez ressuscitar espiritualmente o Povo Judeu após o Holocausto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rebe (Foto: Divulgação)

O Rebe era um homem de extraordinárias qualidades – é raro encontrar-se uma única pessoa com tantas – mas também uma mistura de opostos. Ele adquiriu grande poder e influência. Presidentes e governadores o homenageavam; membros do Congresso e Senado dos Estados Unidos consultavam-no e os primeiros ministros de Israel o visitavam, pedindo sua bênção e sua orientação. A revista Newsweek chegou mesmo a rotulá-lo como “o judeu mais influente do mundo”.

Rebe (Foto: Divulgação)

Devido as perseguições ao povo judeu, principalmente durante o Holocausto, grande parte da família Schneersohn se dividiram pelo mundo. Alguns trocaram de sobrenome, outros se converteram a outras religiões a fim de evitar perseguições, que atingiu a sua forma mais destrutiva nas políticas da Alemanha nazista, que fez da destruição dos judeus uma prioridade, culminando na morte de aproximadamente 6 milhões de judeus entre 1941 a 1945.

O grande coração do Rebbe nunca será esquecido”, disse Abraham Schneersohn, “É como ele mesmo sempre dizia: Os três amores de nosso povo é o amor a D’us, o amor a Torah e o amor pelo nosso semelhante, que são na realidade um único e mesmo amor”, concluiu Abraham.

Abraham Schneersohn é o descendente mais novo, nascido também em 18 de abril, e quando procurado por nossa equipe foi bastante prestativo ao saber sobre a matéria de relembrar a homenagem de dois anos a Praça do Rebe de Lubavitch, mas quando questionado se ele seria o sucessor, o 8ª rebbe da Chabad Lubavitch, assim como sempre foi repassado aos descendentes, ele logo disparou: “Tenho as mesmas convicções de meus antepassados e me sinto orgulhado em poder continuar o que sempre acreditamos, mas prefiro manter minha obra da forma como me sinto orientado em faze-la. O Rebbe quando ia ajudar não procurava saber qual era a religião do outro ou o modo de vida, ele simplesmente fazia, porque o coração dele era capacitado para isso – enxergar além do que os olhos podem ver e é nisso que acredito”. Abraham é empresário, escritor, e filantropo, iniciou sua vida acadêmica em Direito, chegando a trancar e a se dedicar apenas a áreas públicas onde se formou em Administração Pública, Biomedicina e Medicina. Estudou Neurociências nos EUA e MBA Executivo em Saúde. Hoje é conhecido pelas suas obras e filantropia. 

Abraham Schneersohn (Foto: Divulgação)

Se você tiver interesse em conhecer a praça, ela está localizada no bairro Leblon do Rio de Janeiro. 

Fonte: Wikipédia e MORASHÁ

Conteúdo produzido e enviado por Emily Silva

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio