Após distribuir livros com temática LGBT, Felipe Neto é atacado e rebate

Publicado há um ano
Por Nayara Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Felipe Neto usou as redes sociais para se defender após sofrer críticas por polêmica com livros da Bienal. Com a tag ‘pais contra Felipe Neto’, ele foi atacado depois de distribuir livros com a temática LGBT, em protesto contra censura que aconteceu na Bienal do Rio de Janeiro.

Tudo começou quando o youtuber com mais de 35 milhões de seguidores, decidiu distribuir livros gratuitamente, quando o prefeito Marcelo Crivella decidiu que quadrinhos com a cena de dois homens se beijando, fossem recolhidos. Segundo ele, a atitude foi para evitar que as crianças tivesse acesso ao conteúdo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois da atitude do prefeito do Rio, Felipe distribuiu centenas de livros com a temática LGBT. Os políticos do partido PSL, se revoltaram. Outras tags tags como: ‘Felipe Neto lixo’, foram levantadas. Em sua defesa, o influenciador rebateu aos ataques.

Em resposta, Felipe escreveu: “É inacreditável que o partido político do Presidente da República trave guerras digitais contra simples influenciadores. O Brasil precisando de ação de trabalho, mas os parlamentares só querem saber de Twitter. Isso só me dá mais força pra seguir na luta contra a opressão.” Outros famosos, como Xuxa Meneghel, também se manifestaram contra a censura.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio