Nubia Oliiver posa de biquíni ‘pimenta’ e reflete sobre corpo perfeito

Publicado há um ano
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nubia Oliiver tirou a quinta-feira (19) para curtir passeio de barco usando um biquíni vermelho pimenta. A estrela posou pleníssima destacando sua boa forma  e fez reflexão sobre corpo perfeito. 

“Não é preciso um corpo baseado nos padrões para encontrar a felicidade. A perfeição nada mais é que aceitar nossas imperfeições, já que apenas desse jeito conseguimos ser genuinamente felizes”, disse.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O corpo perfeito será sempre o nosso. Em algumas ocasiões caímos na cilada de aspirar estes objetivos que a própria sociedade nos impõe: ter um corpo perfeito, uma casa perfeita, um trabalho perfeito, filhos perfeitos. Se você já tentou fazer isso alguma vez, provavelmente descobriu o alto preço que se paga: infelicidade, baixa autoestima e a sensação de que perdemos o controle de nossa própria vida”, seguiu a estrela, que falou sobre sexo oral

“A felicidade é simplesmente equilíbrio. É encontrar este ponto perfeito no qual nos sentimos bem com nós mesmos, sem a necessidade de ser outra coisa, sem a obrigação de conseguir aquilo que os outros nos impõem e daquilo que não faz sentido para nós. Querer ser algo que não somos significa deixar de se aceitar, implica ‘odiar’ o seu próprio corpo. A sociedade e a moda só conseguem nos ‘desconectar’ de nós mesmos para nos levar ao consumismo exacerbado (medicamentos para emagrecer, alimentos light, suplementos, cirurgias plásticas). Se você não dispõe de um corpo com medidas perfeitas, aceite a magia das suas imperfeições e aprenda a ser feliz de forma humilde. O bem-estar não é um segredo. Para sermos perfeitos só precisamos ter perto de nós as pessoas que nos amam, que não nos julgam e que nos permitam ser nós mesmos. Cada traço, cada atributo do seu rosto e constituição o torna uma pessoa única e excepcional. Toda mulher deveria simplesmente amar seu corpo. A beleza é tão somente uma contemplação subjetiva e relativa, não deveria ser enquadrada em padrões que excluem e discriminam. Pode ser clichê, mas é legítimo: bonita é ser você. Quero agradecer sempre. A quem cuida de mim semanalmente”, concluiu a musa, que virou destaque do Repórter Record Investigação

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio