Fernanda Gentil (Foto: Reprodução/ Instagram)

Neste último sábado (9), aconteceu o último show da dupla Sandy e Junior, que fez uma turnê especial, pelo Brasil todo. Os irmãos se apresentaram no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, e a jornalista Fernanda Gentil assistiu tudo de pertinho.

Nas redes, ele declarou sua emoção e admiração pela carreira dos cantores. “Acordei querendo agradecer por mais esse ciclo de vocês. Eu tive o prazer de estar no auge do fanatismo quando vocês pararam, há 12 anos, e o dilema de estar mais conhecidinha agora. Dilema porque tem muita coisa boa em estar conhecidinha, mas essa visibilidade me priva de algumas coisas, e entre elas, de me espremer na grade pra ficar na primeira fila. Quem é fã sabe que esse momento do peito esmagado na grade, sovaco do outro molhado no seu ombro, lágrima no rosto e suor escorrendo nas costas é o que conta na nossa escala de fã”, começou ela, em post do Instagram.

“Falando em fã, ontem eu vi um filme passar na minha cabeça e ficava imaginando em quantas cabeças esse filme não estaria passando… só naquele Parque Olímpico, em 120 mil cabeça. E não sei em mais quantas mil Brasil afora. Então eu só queria dizer com certeza em nome de todo mundo que me vê como um degrau mais próximo de vocês – e vocês não fazem ideia de quantas mensagens recebo pra repassar pra vocês, ou seja povo tá cagando pra mim mas ok perdoo porque eu também estaria – obrigada. Obrigada MESMO. Vocês se juntaram e levaram a gente de volta direto praquela época em que a gente não tinha dúvidas de que o futuro seria um lugar melhor. Naquela época em que sonhar era a certeza de realizar. Na mesma época em que nossa única preocupação era não perder uma festinha ou noitada com os amigos – e nesses eventos certamente tocaria alguma música de vocês. 12 anos depois vocês voltaram e provaram que a fraternidade é mesmo um laço eterno. E cada vez mais forte. Que pai e mãe realmente acham que a gente é eternamente criança – se tiverem 15 retornos de Sandy & Jr., eles vão chorar em 16. Voltaram pra provar que o que a gente viveu com vocês era tão bom e foi tão intenso, que deixou de ser de vocês… passou a ser meu, da Julia, do Pedro, da Ana, do Rafael, da Cacá, Renan, Laís, Mirela, Lucio, Lidinha, Paty, Carla (esses são alguns nomes dos fãs de vocês que me deram cartas na minha peça para que vocês soubessem do amor deles, fui anotando ao longo do ano e eles com certeza acharam que eu não ia nem ler mas ÓÓÓÓÓ to aqui falando de voceeessss lalalalaaaaa afinal de contas sou gentil)!”, falou ainda.


“Esses foram os que conseguiram “chegar” em vocês por mim. Fora os outros todos que mesmo sem conseguir, continuam com esse turu turu dentro deles. Então só posso entender que vocês voltaram, acima de tudo, porque sabem que essa história era grande demais pra ser ”só” de vocês… ela é literalmente nossa. E mesmo sem precisar financeira ou musicalmente falando, vocês de alguma forma precisavam sim dividir de novo tudo isso com a gente. E se isso não é o mais nobre ato de generosidade e respeito aos fãs, eu não sei mais o que é. Obrigada por tudo. Agora preciso ir ali lembrar como superei o fim há 12 anos e fazer tudo igualzinho de novo! Amamos vocês…”, finalizou, emocionada.

View this post on Instagram

(Textão começa na última foto e continua aqui:👉) Então eu só queria dizer com certeza em nome de todo mundo que me vê como um degrau mais próximo de vocês – e vocês não fazem ideia de quantas mensagens recebo pra repassar pra vocês, ou seja povo tá cagando pra mim mas ok perdoo porque eu também estaria – obrigada. Obrigada MESMO. Vocês se juntaram e levaram a gente de volta direto praquela época em que a gente não tinha dúvidas de que o futuro seria um lugar melhor. Naquela época em que sonhar era a certeza de realizar. Na mesma época em que nossa única preocupação era não perder uma festinha ou noitada com os amigos – e nesses eventos certamente tocaria alguma música de vocês. 12 anos depois vocês voltaram e provaram que a fraternidade é mesmo um laço eterno. E cada vez mais forte. Que pai e mãe realmente acham que a gente é eternamente criança – se tiverem 15 retornos de Sandy & Jr., eles vão chorar em 16. Voltaram pra provar que o que a gente viveu com vocês era tão bom e foi tão intenso, que deixou de ser de vocês… passou a ser meu, da Julia, do Pedro, da Ana, do Rafael, da Cacá, Renan, Laís, Mirela, Lucio, Lidinha, Paty, Carla (esses são alguns nomes dos fãs de vocês que me deram cartas na minha peça para que vocês soubessem do amor deles, fui anotando ao longo do ano e eles com certeza acharam que eu não ia nem ler mas ÓÓÓÓÓ to aqui falando de voceeessss lalalalaaaaa afinal de contas sou gentil😜🤷‍♀️)! Esses foram os que conseguiram “chegar” em vocês por mim. Fora os outros todos que mesmo sem conseguir, continuam com esse turu turu dentro deles. Então só posso entender que vocês voltaram, acima de tudo, porque sabem que essa história era grande demais pra ser ”só” de vocês… ela é literalmente nossa. E mesmo sem precisar financeira ou musicalmente falando, vocês de alguma forma precisavam sim dividir de novo tudo isso com a gente. E se isso não é o mais nobre ato de generosidade e respeito aos fãs, eu não sei mais o que é. Obrigada por tudo. Agora preciso ir ali lembrar como superei o fim há 12 anos e fazer tudo igualzinho de novo😌😩❤️💔🙏! Amamos vocês…

A post shared by Fernanda Gentil (@gentilfernanda) on