Carla Vilhena
Carla Vilhena (Foto: Reprodução/ Instagram)

Na tarde desta quarta-feira (12), a jornalista Carla Vilhena usou o Twitter para falar sobre o assédio que sofreu de músico famoso, na época que apresentava o jornal SPTV.

“No SPTV, fazíamos entrevistas com artistas. Liguei para um músico famoso e convidei-o para o programa. Ele me assediou ao telefone descaradamente. Anos mais tarde, me pediram para entrevistá-lo para o Fantástico. Liguei e ele mandou dizer que não falaria comigo porque ‘era casado'”, falou.

“Quando ele me cantou eu era casada, todo mundo sabia e ele não se importou. Eu tentava escapar e ele insistia”, disse ainda, nas redes. No final do ano passado, a profissional fez uma análise de Maju Coutinho noticiando a morte de Jorge Fernando. Muita gente não gostou da opinião sincera de Carla, que até foi acusada de racismo.


“Eu jamais, nunca faria algo para magoar alguém, principalmente a Maju, uma pessoa tão doce e maravilhosa. Eu sou professora de vários jornalistas em formação, pessoas que querem trabalhar na TV. Naquele momento, a professora falou mais forte”, justificou ela, na época.