Eduardo Costa (Foto: Reprodução/Instagram)

Após alfinetar famosos por estarem batendo palmas aos profissionais da saúde, Eduardo Costa voltou a falar sobre o coronavírus, lamentou as mortes e ainda criticou quem aproveita o vírus para fazer ‘política’.

“Esse vírus não é política. Não foi criado por política. Não é direita contra esquerda. Ele veio da China e não tem nada a ver com aqui. Isso é doença contra o povo. Eu não quero saber a sua posição política”, disse ele, que está preocupado com a vida da população: “Eu quero que esta doença não te pegue. Eu quero que você tenha paz, saúde amor. Quero que você e sua família sobreviva”, disse, em uma live.

Irritado, ele que defende o fim do confinamento, continuou: “Isso não é um jogo político. Não é Bolsonaro contra PT, nem vice e versa. As pessoas estão usando isso para fazer política. Isso é doença. Infelizmente. Veio de outro país para o mundo. Alguns brasileiros pegam toda a desgraça, e fazer uma ainda maior”.


Eduardo ainda lamentou as mortes causadas pelo vírus: “Como se não bastasse a doença que é uma desgraça, que está f*dendo o Brasil, f*dendo a economia, matando os nossos velhinhos, f*dendo a vida de nossos velhinhos, ainda vem a televisão e um monte de gente falar merda e fazer um pânico. É uma desgraça”.

“Isso não é concorrência, isso é pessoas que estão passando por dificuldades e a gente tem que fazer a nossa parte. Não quero saber se votou no Lula, se você votou no Bolsonaro”, encerrou.