Luisa Mell e Gilberto Zaborowsky (Fotos: Reprodução/Instagram)

Recentemente, Luisa Mell e o esposo Gilberto Zaborowsky foram diagnosticados com coronavírus. A loira está se tratando em casa, já seu marido, de 58 anos, foi internado com sintomas mais graves.

Neste último sábado (28), ele teve uma melhora, e conseguiu conversar com a ativista, pelo telefone. Durante a ligação, ele falou sobre os comentários negativos que leu na internet, sobre seu estado de saúde.

“As pessoas estão dizendo: ‘Quem mandou casar com um velho?’. Como a nossa sociedade se tornou tão cruel, tão mesquinha? O que esperar de um povo que não respeita os mais velhos, que quer diminuir a importância da vida de uma pessoa que tem 58 anos? As pessoas mais velhas merecem todo o nosso respeito. Tudo o que somos hoje, devemos aos que vieram antes de nós. Isso é o básico”, falou Luisa.


“O que esperar de uma sociedade que, incentivada pelo presidente e por muitos empresários, fica tentando normalizar a morte de milhares de pessoas. ‘Ah, mas ele era mais velho. Ah, mas era diabético. Tudo bem, eles tinham que morrer para a economia não parar’. Que doença é essa? É pior, é mais grave, mais violenta que o coronavírus. As pessoas têm que se iluminar, parem de só fazer ginástica. Pensem, reflitam, vamos tentar melhorar como seres humanos e como sociedade”, disse ainda.

“Vi gente nos bares, se abraçando nos parques lotados. Vamos levar essa doença a sério! Não é brincadeira. Só hoje foram internadas 38 pessoas no Einstein [Hospital Albert Einstein, em São Paulo] com covid-19. Se o sistema de saúde colapsar, não haverá leitos nas UTIs nem para quem sofrer um acidente ou tiver outra doença. Por isso é tão grave”, alertou ainda, nas redes.