Mari Palma (Foto: Reprodução/Instagram)

Nesta segunda-feira (13), a jornalista Mari Palma e seu companheiro Phelipe Siani voltaram ao trabalho, após passarem 14 dias isolados. A apresentadora foi diagnosticada com coronavírus, tendo sintomas leves.

“Muito esquisito. Não sentia cheiro e nem gosto de nada. Fiquei muito assustada, sabe? Realmente, não sabia o que ia acontecer nos primeiros dias. Tive uns outros sintomas leves, uma febrinha, tosse. Fiquei indisposta. A gente teve então que ficar isolado”, falou em vídeo, publicado no Instagram.

“Eu fui cheirar um desodorante e não sentia cheiro de nada. Aí comecei a perceber que não estava sentindo gosto mais”, relembrou ainda. Mari também destacou coisas que fez e que não fazia antes, como conversar com amigos e dançar em sua casa. “Isso me fez pensar tudo o que estava deixando para depois. Quando tudo voltar ao normal, que a gente dance mais na sala, conviva mais com quem a gente ama, com nossos amigos, parentes, que a gente se abrace mais, se ame mais”, explicou.


“Graças a Deus, tive o Phelipe do lado, me colocando para cima, fazendo de tudo para eu conseguir me recuperar. Fico feliz que a gente não brigou. A gente sabe que a convivência é muito difícil e a gente passou muito bem”, completou.