Xamã (Foto: Reprodução/Instagram)

Em meio ao movimento antirracista nas redes sociais, Xamã usou seu Twitter para contar uma situação onde foi alvo de racismo. O rapper Jason Carlos Fernandes, foi parado pela polícia quando corria pela orla da Lagoa, no Rio de Janeiro.

“Uma vez eu fiquei algemado na Lagoa. Só porque fui correndo pro studio disseram que eu tinha feito um assalto. E por mais que eu gritasse e chorasse, os caras não me soltavam, eu tinha acabado de sair de Sepetiba…”, escreveu, explicando a situação.

VEJA MAIS: Iza relembra infância e desabafa sobre racismo


Para completar, ele contou: “Nunca mais eu corri na zona sul, nem depois da fama. Em resposta a um seguidor, ele ainda disse: “Eles julgam a cor irmão, eles não querem saber se vc é bonito ou feio. Querem nos matar e fod*-se”.

“O racismo mata até mesmo a autonomia, a capacidade que pessoas negras têm de viver normalmente, andando, vestindo e vivendo como qualquer outra pessoa”, lamentou uma internauta. Várias seguidores compartilharam de experiências parecidas.