Denise Rocha revela que largou a profissão de advogada por conta do assédio: ”Inconveniente”

Publicado há 4 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lembra da Denise Rocha? Conhecida publicamente como Furacão da CPI e por ter participado da sexta edição do reality A Fazenda, da Record, a loira revelou que deixou para trás a profissão de advogada.

O motivo é péssimo: o assédio que sofria dos homens com quem trabalhava. Para ela, a situação era inconveniente e passava dos limites. “Depois que posei para revista masculina, ficou difícil trabalhar em escritório de advocacia. Os homens confundem muito. Tentei trabalhar em três escritórios. Eles (os advogados) começam a ver as minhas fotos e aí nesse meio têm os taradinhos. Ficou inconveniente trabalhar pois também sofro assédio dos donos dos escritórios”, disse ao EGO.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Denise disse ainda que ainda há muita hipocrisia na carreira, por isso decidiu virar empresária (ela é dona de uma loja de  de lanches naturais em Brasília). Mas ainda não descarta voltar no futuro, mas com seu próprio projeto.

“Advogado não pode nada, se aparece de biquíni vira puta. Já artista pode tudo. Agora falem o quiserem. Eu pago as minhas contas e me sustento desde nova. Trabalhar em escritório ficou complicado, mas um dia quem sabe… Quero voltar a advogar com Direito Médico”, assumiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio