Alcione (Foto: Felipe Souto Maior/ AgNews)

Na noite desta quinta-feira (31), Alcione participou da solenidade que concedeu a ela o título de ‘Cidadã Pernambucana’, na Assembleia legislativa de Pernambuco, ALEPE, centro do Recife. Por lá, ela que esbanjou simpatia ao atender fãs no aeroporto, fez revelações da sua vida amorosa.

“Três orgulhos que tenho nessa vida: ser mulher, negra e nordestina. Não mexa com essas classes que viro bicho”, afirmou Marrom, que é nordestina. “O povo daqui é zelador com sua cultura, isso é o que mais amo no povo pernambucano. Ninguém pode se passar por pernambucano. Sabe por que? Por conta da força que está em todos vocês. Eu sinto muito orgulho disso. Por isso estou aqui”, acrescentou.

Questionada sobre para qual homem negro ela ‘tiraria o chapéu’, fazendo referência a sua música, a cantora respondeu: “Pelé e Jair Rodrigues são muitos negros que eu tiro o chapéu”. 


Por fim, Alcione que se apresentou no Rock In Rio, abriu o jogo sobre a sua vida amorosa e disse que não está procurando alguém. “Hoje não estou mas na pista para negócio. Agora tenho neto e já estou quieta no meu canto”, afirmou e na sequência disse que aproveitou muito no passado. “Mas no passado, não fui nenhuma Santa”, disse aos risos.