Amigo de Jô Soares revela últimas palavras do apresentador antes da morte

Matinas Suzuki Jr., escritor, revelou o último momento com o apresentador em vida

Publicado em 06/08/2022 15:06
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Matinas Suzuki Jr., co-autor do livro de memórias de Jô Soares, revelou as últimas frases ditas pelo apresentador, que morreu na madrugada desta última sexta-feira (5), aos 84 anos, em São Paulo.

Em entrevista à jornalista Renata Lo Prete, ele emocionou ao citar as derradeiras palavras do grandioso artista. “Ele pediu para colocar como epígrafe, no primeiro volume do nosso livro, uma frase do ator inglês Edmund Gwenn”, iniciou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quando estava no leito de morte, disse a seguinte frase: ‘Morrer é fácil. Duro é fazer comédia. Agora, uma das últimas frases que ele falou foi repetir essa frase. E e essa frase é muito reveladora do que é o Jô: ‘Viver não é tão não é tão importante. O importante é comédia.’”, revelou Suzuki, que ao relembrar os trabalhos com Jô Soares, filosofou: “O Jô tinha uma vida maior que a vida”.

Em lamentação à morte de Jô Soares, que estava internado desde o último mês de julho, sob suspeita de pneumonia, o escritor frisou o impacto da perda do humorista na cultura brasileira. “A ausência do Jô da cena pública hoje é reveladora de um país que perdeu graça, charme e humanidade”, concluiu.

VEJA MAIS: Derico Sciotti, do Sexteto, revela última conversa com Jô Soares e chora

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio