Ex-BBB Amanda Djehdian relembra decisão de remover silicone: “queria minha saúde de volta”

A ex-BBB tomou a difícil decisão de retirar o silicone e explicou o motivo

Publicado em 17/02/2022 11:25
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Amanda Djehdian tomou uma decisão drástica em sua vida, decidiu remover os implantes de silicone que havia colocado nos seios, após ser diagnosticada com a doença do silicone. A ex-BBB declarou que, foi a melhor decisão que tomou, pois queria sua saúde e sua vida de antes de volta.

A doença não é grave, mas traz sintomas bastante incômodos para a vida da mulher e Amanda afirmou que, quando decidiu colocar silicone, não foi alertada dos riscos e não sabia que seu mal-estar estava vindo dos implantes. Por esse motivo, decidiu trazer a público sua história.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Como uma mulher explantada e que como a maioria das mulheres nunca foi alertada sobre os riscos de ter um implante de silicone dentro do corpo, me sinto na obrigação de contar minha história e minha experiência com as mulheres que assim como eu, passou e passa por isso”, declarou em entrevista à Quem.

Veja mais: Andressa Urach recebe alta do hospital após complicações no parto do filho, León

“Queria minha saúde de volta”

Amanda seguiu o desabafo e afirmou que muitas mulheres não querem remover o silicone, mesmo sentindo os sintomas, por medo da pressão estética e assim, continuam sofrendo.

“Muitas mulheres sem condições de fazer o explante. Infelizmente, a pressão que sofremos nos faz, algumas vezes, preferir ou fingir que estamos bem, por conta do fator estético. Eu já passei por isso, mas ao descobrir sobre a doença do silicone, só queria minha vida e saúde de volta! Que bom que os estudos estão avançados e que, mais cedo ou mais tarde, os mesmos ‘profissionais’ que dizem que somos loucas, [dirão que] temos razão”, declarou.

Doença do silicone

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, não é considerado uma doença e sim um conjunto de sintomas. Esses problemas não irão atingir a maioria das mulheres que optaram pela cirurgia, mas pode se desenvolver ao longo dos anos. De acordo com um artigo publicado no site médico Tua Saúde, os sintomas são cansaço excessivo, dor nas articulações, queda de cabelo, insônia e entre outros.

O diagnóstico é feito por um cirurgião plástico, que irá analisar se o seu caso é necessário um exalante ou não.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio