Mônica Martelli cai no choro ao falar sobre Paulo Gustavo e desabafa: “Não tem aceitação”

Humorista morreu há um ano, vítima de complicações da Covid-19, aos 42 anos

Publicado em 14/06/2022 09:40
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Mônica Martelli abriu o coração e caiu no choro novamente ao falar sobre o humorista Paulo Gustavo, seu grande amigo pessoal, que morreu há mais de um ano, vítima da Covid-19.

Em entrevista para o Conversa com Bial, da Globo, ela não escondeu sua lamentação pela perda do grandioso artista. “O luto é uma coisa muito louca, porque são várias fases, que eu já conhecia… Mas é totalmente instável. (…) Eu confiava na visão que ele tinha de mundo, ele era muito inteligente”, explicou ela, que descreveu o sentimento pela ausência de Paulo Gustavo em sua vida.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não tem aceitação”

“Não tem aceitação! Quando alguém pergunta se eu sinto muita saudade, eu falo que saudade é uma palavra que não dá conta para o que eu sinto, é pouco. É uma falta diária daquela pessoa que te ligava o dia inteiro”, lamentou Martelli.

Juntos, Mônica Martelli e Paulo Gustavo construíram uma amizade grandiosa e que contribuiu muito para sucessos no teatro e no cinema, com o filme Minha Vida em Marte, que estreou nas telonas após uma peça roteirizada e protagonizada por ela na década de 2000, tornando-se um dos maiores sucessos de bilheteria nacional.

VEJA MAIS: Thales Bretas explica como filhos lidam com a ausência de Paulo Gustavo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio