Popó revela conselhos que deu ao filho após ele se assumir gay

Em entrevista, o lutador falou sobre sua relação com o filho Juan, de 23 anos de idade

Publicado em 04/02/2022 18:49
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Acelino Freitas, mais conhecido como Popó, tetracampeão mundial em duas categorias diferentes de boxe, abriu o coração em entrevista ao jornalista Leo Dias, do Metrópoles. Na conversa, o lutador falou sobre sua relação com o filho Juan, de 23 anos de idade, e revelou alguns conselhos que deu ao rapaz, após ele se assumir gay.

Antes disso, Popó relatou o histórico de homofobia presente em sua família e contou como foi quando o filho revelou sua homossexualidade. “Meu pai, quando a gente estava com namoradinha, ou falava de outras, ele achava que aquilo era ser homem. Trocar de mulher, para o meu pai, era ser homem. Ser corno, para ele, era motivo de brincadeira. E ser gay era motivo de botar para fora e dar porrada. Na família do meu pai não tinha nenhum gay, e se tivesse não ia aparecer, porque naquela época era o vexame da família. Eu cresci vendo isso, mas não me estacionei”, disse o boxeador.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Popó confessa que, quando o filho era mais novo, não se permitia enxergá-lo como ele realmente era. “Quando meu filho tinha dezesseis anos, os primos dele e os meus filhos me falaram: ‘O senhor nunca viu nada de diferente no Juan? O jeito que ele anda, que ele fala’. E eu falei que não, justificando: ‘O meu filho é homem’. Nunca tinha visto nada de diferente nele de modo de andar, de falar, entortar o braço.”, explicou.

“Eu fui conversar com ele. Perguntei para ele, e ele me respondeu: ‘Eu não sei. Sinto atração por menino e menina’. E eu falei: ‘Então se descubra. Veja o que você quer ser’. Como se ele tivesse essa opção”, acrescentou o lutador.

Conselhos ao filho

Na sequência, Popó Freitas disse que deu alguns conselhos ao filho, quando ele se assumiu gay. “O mais engraçado foi que ele disse que sentia atração por menina e menino. Depois de quinze dias ele apareceu e me apresentou um namorado. Eu só perguntei: ‘Está feliz?’. E ele: ‘Estou feliz’.”, disse.

“Eu chamei ele para conversar para falar duas coisas, uma como pai e outra como homem. “Primeiro como pai: Muita gente não aceita, você pode ser espancado na rua, e você vai sofrer muitas coisas. Como homem: Entre vocês dois, entre quatro paredes com ele, bote para f****, ou você vai ser corno’. Segui o fluxo”, relembrou, aos risos.

Por fim, o lutador comentou que o filho ficou surpreso com a resposta que ele deu: “Ele me disse que achou que eu ia arrebenta-lo todo. O senhor me surpreendeu’. E eu disse: ‘Não fui eu que te surpreendi, o contrário. Eu quero ver a felicidade de vocês’. E quando ele me surpreendeu? Passou em três faculdades de medicina”, contou ele, que, além de Juan, também é pai de Rafael, de 29 anos, Igor, de 26, Iago, de 25, Gustavo, de 24, e Acelino Freitas Jr., de 16.

VEJA MAIS: Whindersson Nunes revela valor de luta contra Popó Freitas

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio