“30”, de Adele, foi o álbum mais vendido de 2021, segundo IFPI

Com apenas 6 semanas de contagem, álbum tem desempenho impressionante

Publicado em 02/03/2022 21:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com informações do relatório do IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica), o álbum de Adele, 30, foi o mais vendido de 2021 ao redor do mundo. O IFPI considera válido todos os formatos de vendas, dos físicos aos digitais. Vale lembrar que o disco foi lançado no mês de novembro, perto do ano encerrar. Ou seja, a artista conquistou este feito em tempo recorde.

Ainda com o lançamento tardio, o disco obteve sucesso imediato e globalmente. Ele atingiu o primeiro lugar em mais de 20 países, incluindo os Estados Unidos e Reino Unido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desse modo, “30” superou as vendas de Olivia Rodrigo e Justin Bieber, mesmo tendo apenas 6 semanas de contagem. Com essa conquista, Adele se torna a primeira artista a liderar o ranking de álbuns mais vendidos em 4 anos (2011, 2012, 2015 e 2021).

O Top 3 ainda conta com o álbum ‘SOUR’, de Olivia Rodrigo, e ‘Justice’, de Justin Bieber. Mas é ’30’ quem domina os três registros do órgão de comércio internacional, isso tudo enquanto alcança o primeiro lugar no Global Album All Format Chart, o Gráfico Global de Vendas de Álbuns e a primeira parada global de álbum de vinil.

“Foi maravilhoso ter Adele de volta e lançar músicas no segundo semestre do ano passado”, diz Frances Moore, CEO da IFPI. “Seu domínio de todas as três paradas de álbuns da IFPI fala de seu talento único de composição, sua voz icônica e popularidade global implacável”. Ela ainda completou: “Estamos empolgados em premiar Adele e toda a sua equipe com o prêmio IFPI Global Album All Format e enviar grandes parabéns por um ano estelar”.

“Easy On Me”, de Adele, alcança 700 milhões de streams no Spotify

Adele está acostumada a entregar sucessos. Desse modo, nesta semana o smash hit ‘Easy On Me’ chegou a marca de 700 milhões de streams no Spotify. A faixa foi lançada nas principais plataformas há quatro meses e é escrita pela cantora, junto de Greg Kurstin. Esta é a oitava música da sua carreira a realizar esse feito.

Enquanto isso, no Youtube, o clipe oficial já soma mais de 240 milhões de visualizações.

Confira:

“Easy On Me”, de Adele, bate recorde de “Hello”

Adele atualmente está se preparando para fazer alguns shows em Las Vegas, mas, enquanto não define uma data, ela colhe os frutos de “Easy On Me”. Com isso, a artista agora tem mais um recorde para chamar de seu.

Mostrando ser um verdadeiro sucesso estável, desde seu lançamento, “Easy On Me” completou sua 12ª semana no primeiro lugar da parada de rádios da Billlboard. Bom, agora, ela chegou a superar “Hello”, que ficou apenas 11 semanas.

Confira o Top 5:

  1. The Weeknd – Blinding Lights (26 semanas)
  2. Goo Goo Dolls – Iris (18 semanas)
  3. Maroon 5 feat. Cardi B – Girls Like You | Mariah Carey – We Belong Together | No Doubt – Don’t Speak (16 semanas)
  4. Panic! at The Disco – High Hopes | Alicia Keys – No One | Celine Dion – Because You Loved Me (14 semanas)
  5. TLC – No Scrubs | Donna Lewis – I Love You Always Forever | Mariah Carey & Boyz II Men – One Sweet Day | Ace of Base – The Sign | Boyz II Men – End of the Road (13 semanas)

“Easy On Me”, de Adele, está prestes a bater o recorde de “Hello” na Billboard Hot 100

Adele é conhecida no cenário musical por emplacar diversos sucessos. “Easy On Me” é a felizarda do momento. O primeiro single do seu álbum “30” ficou em #1 na parada da Billboard Hot 100, segundo a atualização, nesta segunda-feira (24). Além disso, ela está lá pela sua 10ª semana consecutiva.

Dessa forma, a faixa se iguala a “Hello”, a música da carreira de Adele com mais semanas na posição #1. Se a canção se mantiver na próxima semana no mesmo lugar, ela baterá o recorde da faixa de 2015.

Vale lembrar que Adele é a 7ª artista da história a ter pelo menos 2 músicas em #1 durante mais de 9 semanas. Antes dela, apenas Boyz II Men, Drake, The Black Eyed Peas, Mariah Carey, Santana e Pharrell Williams conquistaram esse feito.

Adele teria brigado com produção sobre seu show

Há alguns dias, Adele precisou adiar sua residência Las Vegas, por conta da Covid-19. Em suma, a artista afirmou que metade de sua banda foi diagnosticada com o vírus, e por isso, o show não ficou pronto. Entretanto, o clima dos bastidores não estava tão bom.

Não havia clareza real sobre o que Adele queria para o show por causa das infinitas mudanças feitas na produção“, revelou fonte ao jornal australiano News AU. “Parecia que, embora ela sempre tenha preferido uma performance mais solta, ela estava sob pressão para criar uma grande extravagância“, continuou.

“Então houve um rebatimento constante entre essas duas versões do que o show deveria ser, e isso causou algumas discussões bastante explosivas”.

É bem sabido que Adele sofre muito com a ansiedade quando se trata de se apresentar ao vivo, então é difícil imaginá-la indo em frente se não estiver feliz“, completa.

Adele chora ao adiar sua residência em Las Vegas por causa da Covid

Aos prantos, Adele foi às redes sociais anunciar o adiamento de sua residência em Las Vegas, nos Estados Unidos. No vídeo, a cantora pede desculpas e revela que o show não está pronto porque metade de sua equipe foi diagnosticada com Covid.

“Oi a todos. Escutem, eu lamento muito, mas meu show não está pronto. Nós tentamos absolutamente tudo o que podíamos para montá-lo a tempo, e para que fosse bom o suficiente para vocês, mas nós fomos absolutamente destruídos por atrasos nas entregas e COVID”, começou a cantora.

“Metade da minha equipe, metade do meu time pegou COVID, e eles ainda estão [infectados]. Tem sido impossível finalizar o show. E eu não posso dar a vocês o que eu tenho agora. E eu estou decepcionada, estou decepcionada. E eu sinto muito que isso seja tão em cima da hora. Estivemos acordados nas últimas 30 horas tentando resolver isso e… Estamos sem tempo. Eu estou muito chateada e estou envergonhada. E eu sinto muito, muito por todos que viajaram de novo. Eu realmente, realmente sinto muito, eu realmente sinto muito”, lamentou.

Adele destacou que a residência não foi cancelada e a datas serão reagendadas: “Nós vamos reagendar todas as datas, vamos fazer isso agora. E eu vou terminar meu show, vou colocá-lo onde ele deveria estar. E eu sinto muito, muito. Tem sido impossível. Estamos enfrentando tanta coisa e simplesmente não está pronto. Eu realmente lamento muito. Desculpa.“

A maratona de shows estava marcada para estrear nesta sexta-feira (21) no Caesar Palace Hotel. As novas datas ainda não foram anunciadas.

Adele se iguala a Taylor Swift na Billboard 200

Na atualização da Billboard 200, Adele se igualou à Taylor Swift nos charts. Em resumo, as duas são as artistas femininas com mais álbuns charteando na Billboard 200 por pelo menos 200 semanas cada.

Sendo assim, na mais nova atualização da lista, o disco “25“, de Adele, completou sua 200ª semana na parada. Além disso, a artista tem mais três álbuns na lista.

A cantora estadunidense acumula mais de 200 semanas nos discos “Fearless“, “1989” e “Taylor Swift”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio