Whindersson Nunes rebate acusações de internautas por tuítes comprometedores

Publicado há 2 anos
Por Paulo Henrique Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Whindersson Nunes usou as redes sociais na última quarta-feira (04) para rebater acusações de internautas por tuítes de cunho homofóbico, feitos em 2011 e 2014, e ‘desenterrados’ no último  final de semana, após polêmica com o youtuber Júlio Cocielo.

Leia também: Torcida à dois! Whindersson Nunes e Luísa Sonza combinam camisas para assistir a jogo

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lá em 2011, ele escreveu: “Se meu filho for gay não vou ficar bravo com ele, vou ficar bravo comigo, eu que não soube fazer direito!”. Já em 2014, respondeu um fã que questionou sua opinião sobre homossexualidade: “Não que eu ache certo, mas se o cara for, eu não posso fazer nada”.

Veja mais: Whindersson Nunes compartilha foto ao chegar no RS e recebe elogios por “coxas torneadas”

Agora, em 2018, o comediante se manifestou sobre a questão. “No passado já disse várias b***. Eu nem gostava de gay e dizia que quem era gay não entrava no céu. E no meu casamento esse ano, uma das madrinhas se chama Rafael, pra ver como as coisas mudam”, disse ele, que em seguida disparou: “Quem quiser procurar tuítes antigos, fiquem à vontade e se deleitem no monte de lixo que eu falava”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio